Menu

Um juiz de uma cidade o interior do Rio Grande do Sul ficou em apuros na tarde do ultimo dia 14/06. O mesmo resolveu soltar um assaltante que constava com 10 passagens pela policia por roubo, furto, homicídio, latrocínio e sequestro, dizendo que o rapaz não apresentava risco, e que a justiça não deveria mantê-lo preso pois suas condutas tinham um reduzido grau de reprovabilidade.



Após decretar a soltura do jovem, o mesmo não tendo como ir para a casa, munido de um fuzil AK 47 assaltou um senhor que estava entrando em seu veiculo. Até ai tudo normal, porém o senhor assaltado tratava-se do próprio juiz que o havia liberado.O juiz ficou surpreso com a atitude do rapaz que fugiu e até o momento não foi localizado. “O que me espantou foi o fato de eu ter liberado ele, e em menos de 10 minutos ele conseguiu um fuzil, arma essa que é restrita ao exercito. Essa juventude anda muito violenta. Eu não imaginava que ele fosse tão perigoso. Se ele for preso vou meter a caneta nele” disse o juiz enfurecido.

Uma das vítimas do ladrão alertou quanto a periculosidade do mesmo. ” É a 3° vez que ele me rouba. Eu falei pro juiz que ele era perigoso e ele não acreditou. Esses juízes vivem no país das maravilhas e tratam bandidos como santos. Bem feito” desabafou dona Cleydiane.

Até o fechamento dessa noticia o jovem não havia sido localizado.





#Compartilhar:

 
Top